alexander baines

Magrela, bike, bicicleta… Quem não sonhou em ganhar uma na infância? É difícil esquecer aquele dia em que você, finalmente, se soltou e conseguiu se equilibrar sozinho, sem as rodinhas de apoio…  A sensação de liberdade é indescritível! No entanto, mais que um brinquedo para crianças, a bicicleta vem sendo considerada aqui no Brasil como uma alternativa mais sustentável para o transporte individual nas cidades – especialmente nas grandes – em função do caos enfrentado no trânsito pelo excesso de veículos e pela poluição que causam.

Na Europa, há muito deixou de ser apenas um veículo para lazer no final de semana e se tornou meio de transporte incorporado – com muito charme, diga-se de passagem – ao cotidiano dos cidadãos. Em Londres, por exemplo, mais de um milhão de pessoas possuem bicicletas, representando um percentual de 2% em jornadas feitas com esse meio de transporte, o que significou um aumento de 83% entre 2000 e 2008. No entanto, a capital inglesa fica muito atrás de outras cidades européias em percentual de utilização, como Berlim (5%), Munique (12%), Amsterdam (28%) e Copenhagen (36%).

Na Semana do Dia Mundial sem Carro (22 de setembro), a grande “vedete” é, sem dúvida, a bicicleta. Embora seja um transporte muito antigo, na última década mudanças ao redor do mundo no estilo de vida e na mentalidade das pessoas fizeram com que o uso da bicicleta venha passando por um verdadeiro renascimento e reposicionamento, aliando charme e estilo à preocupação com a sustentabilidade.   

No entanto, sair do conforto de um automóvel para sentir o prazer e os benefícios de uma pedalada e, sobretudo, abraçar uma causa, requerem uma mudança de mentalidade tanto individual quanto coletiva. Isso não é algo que seja alcançado da noite para o dia. O Distrito Federal possui apenas oito ciclovias em operação. É preciso mudar esse cenário! É preciso incentivos, campanhas, criação de uma infraestrutura urbana mais amigável e segura com o aumento de ciclovias e locais adequados para estacionamento, enfim, um conjunto de políticas públicas que favoreçam a adoção da bicicleta como meio de transporte cotidiano em nossa cidade.

Blogs de apaixonados por ciclismo e pela causa de um futuro mais saudável e sustentável se espalham ao redor do mundo. Vale a pena conferir alguns:

Social bike, uma iniciativa para o Dia Mundial sem Carro: http://br.especiais.yahoo.com/socialbike/

Rodas da Paz: http://www.rodasdapaz.com.br/

Ciclocidade – Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo: http://www.ciclocidade.org.br/

Curitiba Cycle Chic: http://curitibacyclechic.blogspot.com/

Gata de Rodas: http://gataderodas.blogspot.com/

Bicicleta na cidade: http://bicicletanacidade.blogspot.com/

Pedalinas – Coletivo Feminino de Ciclistas: http://pedalinas.wordpress.com/

Copenhagen Cycle Chic: http://www.copenhagencyclechic.com/

The Slow Bicycle Movement: http://www.slowbicyclemovement.org/

Anúncios