conservação internacional

conservação internacional

Cerrado, segundo maior bioma brasileiro, fortemente ameaçado pelo desmatamento de grandes extensões de terra, é um verdadeiro berçário de águas, coletando e distribuindo para as Regiões Centro-Sul, Nordeste, Pantanal e até partes da Amazônia. A sua localização central e elevação topográfica, por meio da preservação da vegetação nativa, permitirão que esse ecossistema funcione em equilíbrio.

A grande responsável pelo desmatamento do Cerrado é a atividade agropecuária, baseada no uso de pastagens sem manejo, na plantação de soja, eucalipto, cana-de-açúcar e algodão em grandes extensões de terra e com uso de agrotóxicos.

O uso econômico dos recursos naturais pode e precisa ser feito sem destruir o ecossistema do Cerrado, trazendo bem-estar humano e desenvolvimento mais sustentável. Povos indígenas, comunidades tradicionais e agricultores familiares podem ter um lugar importante na sua conservação.

Vivo no Cerrado há quase vinte anos. Um lugar que aprendi a amar por sua beleza e diversidade naturais. Nesta data, em que se celebra este importante ecossistema – não só para os que moram na região, mas para todos os brasileiros – é um momento oportuno para refletir sobre as ameaças constantes que o Cerrado enfrenta e como nós, cidadãos, podemos atuar para mudar essa preocupante realidade.

Anúncios