blog ficha limpa sp

Em 2008, uma pesquisa nacional sobre o impacto eleitoral da “lista suja”, realizada pelo DataSenado  junto a 1.105 pessoas, mostrou que 86% dos entrevistados não considerava adequado que pessoas que respondiam a processos na justiça pudessem se candidatar. Ainda, a maioria esmagadora dos entrevistados (88%) indicou que o fato de um candidato estar na “lista suja” mudaria o seu voto. http://www.senado.gov.br/sf/senado/centralderelacionamento/sepop/pdf/datasenado/Pesquisa_eleicao_2008.pdf

Pois bem, em 2009, a pressão popular provocou a colocação deste tema na agenda política nacional. Passados seis meses que o Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) entregou ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, o projeto de iniciativa popular Ficha Limpa, sobre a vida pregressa dos candidatos, na época com 1,3 milhão de assinaturas. Agora o projeto vai à votação na Câmara no próximo dia 07 de abril!

Líderes religiosos também opinam a favor do projeto. Vejam entrevista na CBN com o arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer: http://cbn.globoradio.globo.com/programas/jornal-da-cbn/2010/04/05/PARA-RELIGIOSO-PROJETO-FICHA-LIMPA-REFLETE-VONTADE-DA-POPULACAO.htm

Os deputados poderão votar a favor da lei e remover da política candidatos que cometeram crimes como lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e assassinato, ou ficar contra um projeto que representou a mobilização de mais de 1 milhão de brasileiros que já aderiram e assinaram a proposta contra a corrupção na política. Qual será o comportamento dos parlamentares?

Anúncios