marcelo lima costa

Neste período de descanso, durante o carnaval, visitei pela primeira vez o Parque Ambiental do Inhotim. Impressionante. De repente, no meio de uma cidade modesta do interior mineiro – Brumadinho – surge Inhotim. Um lugar especial, próximo a Belo Horizonte, com um acervo paisagístico, botânico e artístico monumental. Arte contemporânea e meio ambiente estão integrados em uma área de 45 hectares na qual, de maneira inesperada, dimensões, sons, cores e formas vão se revelando.

marcelo lima costa

Esculturas, desenhos e instalações de artistas nacionais e internacionais provocam nossos sentidos e despertam a imaginação. É possível ouvir o som do interior da terra numa instalação em um ambiente que me lembrou uma nave espacial mas ao mesmo tempo remete a ruídos primitivos, roucos. Cercado por pobreza, Inhotim parece que está dando os primeiros passos no sentido de se conectar à realidade local, por meio de projetos de inclusão social de jovens da comunidade, muitos trabalhando no próprio parque. Inhotim nasceu ecológicamente sustentável. Tomara que se transforme também em um empreendimento economicamente viável, para que o público possa continuar desfrutando desse patrimônio cultural e ambiental incrível.

Anúncios