stock.xchng

Fiquei por alguns segundos pensando se valeria a pena registrar alguma coisa em meu blog sobre a decretação de prisão do governador José Roberto Arruda. Não por ele, é claro: se comportou de forma cínica perante a opinião pública, após o escândalo todo ter vindo à tona.  Ele se diz vítima. Utiliza argumentos batidos, sem sustentação, que afrontam a inteligência de qualquer um. Até aqui não foram demonstradas as fatídicas “provas irrefutáveis” contrárias às imagens divulgadas. É absurdo imaginar alguém tão ingênuo no poder, cercado por corruptos cujos atos desconhecia.  O Arruda, infelizmente, não deve ser o único. Mas esse fato de hoje é emblemático na história da política brasileira. Por isso mesmo eu expresso, como cidadã, meu sentimento de alívio. Que algum fio de ética possa conduzir o processo de combate à corrupção neste país daqui por diante. A saída de Arruda pode representar o começo do fim da impunidade dos envolvidos nesses lamentáveis episódios que vimos assistindo.

Anúncios